Um dos bandidos bateu em vários carros e só foi preso porque uma das vítimas o seguiu
publicado em 08/02/2014 14:35 - Atualizado em 08/02/2014 15:53 | Andressa Fernandes

Um assaltante de 29 anos foi preso no começo da tarde deste sábado (09), em Araraquara. Ele e outros dois indivíduos – que estão foragidos – assaltaram uma loja de material de construção, por volta das 11 horas. Armados, eles renderam cerca de 10 funcionários, inclusive o proprietário da empresa, e levaram R$ 1,5 mil em dinheiro, quase R$ 30 mil em cheques, celulares, relógios e alianças.
Na fuga, eles se dividiram em uma moto e uma Volkswagen/Saveiro, branca, com placas de Ibaté. O motorista da Saveiro saiu em disparada pela cidade, andou pela contramão em várias ruas e avenidas e colidiu em alguns veículos. Durante o trajeto, um rapaz que estava de passageiro na Saveiro consegui fugir. O motoqueiro também não foi pego. Clique na foto e veja galeria de imagens.
Segundo relatos das vítimas, os bandidos entraram na loja e logo anunciaram o assalto. Todos estavam armados e aparentavam estar nervosos. Apenas um chegou a colocar um capuz, os outros dois estavam com a “cara limpa”. A loja fica no Jardim Regina, próximo ao aeroporto municipal. 
“Eles entraram por volta das 11h05 e quando era 11h25 já estávamos lá fora com a polícia. O mais estranho é que fui olhar as câmeras de segurança e elas pararam de filmar por 18 minutos, não dá pra ver nada”, disse o dono da loja, que preferiu não se identificar. Ele disse que já foi assaltado outras duas vezes, mas nunca de maneira tão violenta.
Todos os funcionários ficaram muito assustados, principalmente porque muitos deles ficaram com a arma apontada para o rosto. “Foi coisa de televisão”, disse uma das funcionários que estava no caixa.
SEQUÊNCIA – Os ladrões levaram o dinheiro, cinco celulares, correntes e alianças de ouro e relógios. Ao saírem da loja, eles começaram a andar pela cidade em alta velocidade e pela contramão. Foi quando, próximo da base do Corpo de Bombeiros, na Região Central, o motorista da Saveiro bateu em dois veículos. Uma das vítimas foi até o carro falar com o rapaz e ele não abriu o vidro, apenas deu ré e saiu em disparada novamente.
“Comecei a segui-lo e pedir para as pessoas chamarem a polícia. Ele começou a correr e andar na contramão. Bateu em um Fusca azul, em um carrinho de lanches, em um Fox vermelho, derrubou duas motos em um posto de gasolina e quase subiu na calçada atropelando seis moças. Só parou porque estourou um pneu e porque acabou o combustível”, relatou o técnico em eletrônica, Marcelo Bonholli, que por 13 anos foi policial militar. Ele chegou a ver o passageiro da Saveiro fugir.
Quando a polícia encontrou a Saveiro prendeu o motorista. Ele estava visivelmente transtornado, mas não se sabe se por ingestão de bebida alcoólica ou uso de drogas. Ele foi levado ao plantão e detido em flagrante por roubo. Até então, o jovem não tinha passagem pela polícia.
Parte do dinheiro e cheques foram recuperados e a Saveiro, que está com os documento em dia e no nome do assaltante, foi apreendida. 

PUBLICIDADE

Envie para um amigo

Seu nome:

Seu e-mail:

E-mail do(s) destinatário(s):

Mensagem:

Código de verificação:

Envie seu comentário

Seu nome:

Seu e-mail:

Comentário:

Código de verificação:

Veja os comentários sobre esta notícia:

LT disse às 10/02/2014 14:28:

Só reclamam da policia neh...da proxima vez vc liga pro batmam

gislaine disse às 09/02/2014 19:07:

OLÁ EU FUI UMA DAS QUE PRESENCIOU A BARBARIDADE DESSE CARA COM A SAVEIRO BRANCA!! ELE ENTROU NO TREVO DA EMPRESA CRUZ A MILHAO CONTRA MAO E QUASE BATEMOS DE FRENTE, LIGUEI P POLICIA AVISANDO, MAS PELO QUE PERCEBI ELE CONSEGUIU AINDA ANDAR BASTANTE ATÉ PEGAREM ELE...